Facebook TCE-CE Twitter TCE-CE Youtube TCE-CE Whatsapp TCE-CE


Metrô Linha Leste

Apresentação

 

Mapa da Linha Leste1

  

 

A Linha Leste do Metrô de Fortaleza contará com 12,44 (doze quilômetros e quatrocentos e quarenta metros) quilômetros de extensão em túneis e com 12 (doze) estações subterrâneas e 01 (uma) em superfície, interligando o centro da cidade ao corredor econômico e à região de maior crescimento de Fortaleza, nos últimos dez anos, a fim de complementar e integrar a malha de transporte urbano da Capital.

 

 

Serão dois polos importantes de integração com outros modais adotados na Capital: o primeiro deles na stação Chico da Silva, onde ocorrerá a interligação com a Linha Sul e a Linha Oeste do Metrô, esta fornece acesso rápido por meio de trem à diesel para Caucaia, região metropolitana de Fortaleza, interligando bairros da grande Fortaleza ao centro da cidade. O segundo grande polo de integração será na Estação Papicu, que além de dispor de três subsolos com estacionamento para veículos estará interligada com o terminal de ônibus urbano do Papicu e com o ramal do VLT, em implantação, que ligará a Parangaba ao Mucuripe.

 

 

Da Estação Chico da Silva, a linha segue pela área do Pátio da RFFSA, paralelamente à Linha Sul até encontrar com a Avenida Castro e Silva, seguindo por esta até as proximidades da Catedral da Sé de Fortaleza, onde se localizará a Estação Sé.

 

 

Partindo da Estação Sé, o traçado deriva em direção ao eixo da Avenida Santos Dumont até a Estação Colégio Militar. Implantadas ainda nessa avenida, em sequência, terá as Estações Luíza Távora, Nunes Valente e Leonardo Mota. A partir desse ponto, o traçado deriva ligeiramente ao norte até encontrar o Terminal de Ônibus do Papicu, onde será implantada a Estação Papicu, integrada ao terminal e à futura Linha de VLT do Ramal de Parangaba/Mucuripe.

 

 

Saindo da Estação Papicu, o traçado retorna ao encontro da Avenida Santos Dumont onde, em sua perpendicular, será implantada a Estação HGF, próxima ao Hospital Geral de Fortaleza. A partir da Estação HGF, no mesmo sentido sul, situa-se a Estação Cidade 2000, no cruzamento da Rua Professor Otávio Lobo com a Avenida Padre Antônio Tomás, continuando pela Avenida Sebastião de Abreu.

 

 

A Estação Bárbara de Alencar será implantada na esquina das Avenidas Sebastião de Abreu com Washington Soares. Nesta avenida, serão implantadas ainda as Estações Centro de Eventos e Edson Queiróz, que é a última estação da Linha.

 

 

Segundo o Termo de Referência, o sistema construtivo adotado foi fortemente condicionado por um trecho importante, que é o eixo da Avenida Santos Dumont, a qual é bastante adensada, por ter largura de uma caixa estreita e irregular, característica que condicionou a adoção de um método construtivo não destrutivo, uma vez que seria impraticável a interrupção do tráfego ao longo dessa avenida, em função do intenso fluxo de automóveis e ônibus, conjuntamente à intensa atividade comercial.

 

 

Dessa forma, a SEINFRA adotou o uso de tuneladora, adquiridas através do Pregão Presencial nº 2012001, que culminou com a celebração do Contrato nº 011/SEINFRA/2012, cujo objeto é aquisição de 04 (quatro) tuneladoras tipo EPB (Earth Pressure Balanced) completas, incluindo backup e periféricos, uma vez que a alternativa em NATM não se mostrou viável técnica e economicamente, em função da geologia predominante no eixo de implantação do projeto.

 

 

Por isso, optou-se pela implantação de túneis singelos sobrepostos no trecho ao longo de toda a Avenida Santos Dumont, devido à área de projeção dos edifícios se sobrepor à área de projeção dos túneis. Já no trecho anterior, entre o final do Pátio RFFSA e a Estação Sé, foram previstos túneis paralelos, em nível, assim como no trecho posterior, entre a Estação Papicu e a Estação Edson Queiroz.

 

 

Em relação as estações, o projeto definiu 12 subterrâneas, as quais adotarão, basicamente, escavação com vala a céu aberto (VCA) e contenções com paredes diafragmas. A arquitetura das estações sofre maior impacto devido à tipologia do túnel, apresentando dois tipos básicos: com um único nível de plataforma, quando a via for paralela, ou com dois níveis, no caso dos túneis estarem sobrepostos (estações da Av. Santos Dumont).

 

 

A Estação Chico da Silva será exceção a essas tipologias, pois, devido ao seu encontro com as linhas Sul e Oeste (superficial à diesel) e às interferências locais, será a mais rasa das estações, tendo parte de seu corpo acima do terreno natural.

Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60055-080 - Fortaleza/CE - (85) 3488.5900

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 e das 14 às 18 horas.