TCE Ceará Sustentável

Facebook TCE-CE Instagram TCE-CE Twitter TCE-CE Youtube TCE-CE Flickr TCE-CE Whatsapp TCE-CE

Implantação

TCE apresenta em reunião resultados de projetos financiados pelo Banco Mundial

16.05.19

 Os resultados de projetos financiados pelo Banco Mundial no Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) foram apresentados a representantes da instituição financeira na última quarta-feira (15/5) em reunião realizada no gabinete da presidência, no edifício 5 de Outubro. Entre os dados apresentados, o de maior destaque foi a implantação do sistema de big data Ágora.  

Além do software, foram apresentados também indicadores do Projeto de Governança do tribunal, dados Setor de Informações de Estratégicas e detalhes sobre a construção do Manual de Auditoria do TCE Ceará.

Para o presidente Edilberto Pontes, todos as iniciativas realizadas com o atual financiamento do Banco Mundial são relevantes e estratégicas para a corte de contas. “A ideia de todos esses projetos é colocar o tribunal em sintonia com o espírito do tempo. Ou seja, com a utilização em um alto grau de conectividade, tecnologia da informação, big data e inteligência artificial”, informou o presidente do TCE, Edilberto Pontes.  “Queremos modernizar o tribunal, trazê-lo para o século XXI. Que ele seja um tribunal que se conecte com a sociedade e preste informações com alto grau de governança e integridade”, falou o presidente da corte de contas.

A apresentação foi recebida de forma positiva pelo Banco Mundial. “Eu fiquei bem impressionada com os resultado que foram atingidos pelo Tribunal das contas. O tribunal foi muito além do que esperado pelo projeto, com repercussões para o estado e até nacionalmente, sendo utilizada como melhores práticas entre outros tribunais”, disse isabella Bablumian, que representou o Banco Mundial acompanhada de Oliver Mallef.
 
Tecnologia

Com a ferramenta Ágora, a expectativa é que a análise de contas seja realizada de forma mais ágil e automatizada. Ao todo, 103 regras, que antes eram checadas manualmente, passam  ser realizadas pelo software, que finaliza o processo com um relatório pré-montado, que pode ser editado pelos analistas do tribunal para acréscimos de mais informações.  Assim, a análise de informações enviados pelos jurisdicionados deve cair de 6 meses para apenas algumas horas. O sistema ainda permite o cruzamento de dados com outras bases internas e externas, como informações da Receita Federal, por exemplo, abrindo a possibilidade de verificações mais detalhadas. Ao todo, cerca de R$ 25 bilhões declarados anualmente ao TCE pelos seus 105 jurisdicionados devem ser analisados pela nova ferramenta.

Desafios 

Para Raimir Holanda, secretário de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, um dos maiores desafios do Ágora estava na complexidade técnica de integrar os diferentes formatos de arquivos utilizados pelos jurisdicionados para a sua prestação de contas. “Essa heterogeneidade de dados ainda é um problema que persiste, mas com a ferramenta nós já conseguimos diminuir o volume de trabalho executado pelos nossos analistas”, avalia.

O sistema já foi apresentado para a Secretaria do Tesouro Nacional; Conferência Iberoamericama de Complexidade, Informática e Cibernética; e, segundo Raimir Holanda, está sendo utilizado como fonte de referência para outros tribunais
 

Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60055-080 - Fortaleza/CE - (85) 3488.5900 - Ouvidoria - 0800 079 6666

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60055-080 - Fortaleza/CE - (85) 3488.5900 - Ouvidoria - 0800 079 6666

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.