Facebook TCE-CE Instagram TCE-CE Twitter TCE-CE Youtube TCE-CE Flickr TCE-CE Whatsapp TCE-CE

educação no trânsito

Maio Amarelo agita a Praça do Ferreira em manhã de segurança e conscientização

16.05.19

Sob o sol forte da manhã desta quinta-feira (16/5), várias pessoas se reuniram por uma causa na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza: o mês de conscientização sobre a segurança no trânsito, o Maio Amarelo. Criado em homenagem ao mesmo mês em que a ONU publicou uma resolução de que o período entre 2011 e 2020 seria a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, o movimento foi celebrado em um evento promovido pelo Ministério Público do Estado (MPCE) em parceria com o Tribunal de Contas do Estado e outras oito instituições.

A programação era aberta a quem quisesse parar um pouco a sua rotina e conferir os diferentes estandes que atendiam à população, oferecendo desde massagens até materiais e panfletos. Quando o sol deu uma leve trégua, uma banda formada por policiais militares do programa Prevenção e Arte tocou um repertório repleto de clássicos da música nordestina, abrindo com “Anunciação”, do pernambucano Alceu Valença, e passando por “Ai Que Saudade D'ocê”, de Geraldo Azevedo, chamando atenção e animando quem passava pelo local.

O TCE foi representado pela Comissão de Transportes, pelo Instituto Plácido Castelo, a Ouvidoria e pelo servidor da Gerência de Fiscalização de Convênios, Rubens Cézar Parente. Ele explicou como o compromisso com a segurança viária é inerente ao trabalho do Tribunal perante a sociedade: “a gente já percebeu, por meio de estudos estatísticos, que o trânsito tem um impacto imenso no custo público.  Isso afeta a saúde, aumenta a violência e também a falta de respeito com o próximo”. “O Tribunal de Contas é uma instituição focada em observar a boa gestão pública e sabe da importância da boa educação no trânsito”, atesta.

A integração institucional foi um dos pontos fortes do evento, como ressaltou o superintendente do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE), Igor Ponte: “a insegurança viária é um problema que deve ser abordado de forma coletiva, e essa união que vemos aqui hoje ajuda muito nesse trabalho, todos juntos para atingir um objetivo”, pontua. Ele cita uma das ações do TCE que colaborou com a redução de acidentes no interior do estado: “fica nosso agradecimento ao Tribunal de Contas pelo trabalho conjunto na fiscalização do transporte escolar nos municípios do Ceará, ação que tem ajudado a evitar acidentes com as crianças a caminho da escola”, recorda.

Coordenador do Caocidadania no MPCE, Hugo Porto celebrou a união entre as instituições em nome do Maio Amarelo e elogiou a atuação da Corte na conscientização da sociedade em geral: “a gente tem que ter em mente que ninguém faz nada só, e o Tribunal de Contas tem dado um exemplo nesse sentido. Ele entendeu e está engajado de forma pedagógica e também no seu processo de tomada de contas”, ressaltou. “O trânsito é uma variável democrática e nós queremos que ela entre pela porta da frente. Então aqui, na Praça do Ferreira, no coração da cidade, a gente quer que todo mundo abra o coração e se dê as mãos”.

Além do MPCE e do TCE, também participaram da organização do evento a Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran-CE, Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos do Estado do Ceará (Sindcfcs) e a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE).

Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60055-080 - Fortaleza/CE - (85) 3488.5900 - Ouvidoria - 0800 079 6666

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60055-080 - Fortaleza/CE - (85) 3488.5900 - Ouvidoria - 0800 079 6666

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.